Gostaria que eles cortassem o deles fora.

/ novembro 2, 2022/ O que é a Bíblia

O que é a bíblia? (por Rob Bell)* – Parte 36

Gostaria que eles cortassem o deles fora.

clique aqui para começar com a parte 1

O sentido do ponto que eu tenho trabalhado nos últimos dias é muito simples. E ainda é uma das principais razões porque muitos ficam tão presos com a leitura da Bíblia.

Para chegar a ele, vamos rever.

A primeira parte da Bíblia é sobre uma tribo. Uma nova tribo, uma tribo diferente, uma tribo com um chamado para abençoar o mundo inteiro. Abraão é o pai dessa tribo, e ele é convidado a confiar em Deus de que todas as coisas que Deus diz que vão acontecer por meio dele, vão realmente acontecer, incluindo um homem de 99 anos ter um filho.

Abraão, a propósito, riu disso.

Deus faz as pessoas rirem na Bíblia. (Quando você ouve a palavra Deus, qual é uma das primeiras coisas que vem à sua mente? Rir? Deveria ser.).

Continuando, tribos precisam de iniciações, ritos, rituais, formas de determinar quem é sério e quem não é, quem é e quem não é, quem quer ser uma parte da coisa nova e quem não quer.

E a maneira como esses milhares de errantes homens tribais de anos atrás faziam isso era através da circuncisão. Era um sinal, uma marca, uma demonstração tangível de sua identidade.

Até que deixou de ser.

No momento em que os primeiros cristãos foram se espalhando a mensagem de Jesus tornou-se uma importante fonte de conflito, com alguns dizendo que precisavam ser circuncidados para seguir Jesus e outros, como Paulo, dizendo que não.

Esse conflito está no centro da carta aos Gálatas, no Novo Testamento, na qual o apóstolo Paulo desenvolve um discurso épico sobre o fato de que pessoas se circuncidando para seguir a Jesus não é o evangelho em si. Alguém que pregue um evangelho que envolve a circuncisão é amaldiçoado. Alguém que acredite nisso está enfeitiçado e escravizado – em um ponto ele escreve sobre essas pessoas pró- circuncisão:

Eu gostaria que eles pudessem se castrar a si mesmos.

A palavra grega aqui para castrar é “apokopto”, que literalmente significa cortar fora.

Eu gostaria que eles pudessem cortar o deles fora.

***

Então, como a circuncisão, o que foi fundamental para a história desde o início, se torna um problema mais tarde?

Como é que algo que foi considerado bom – e ordenado por Deus – tornou-se algo que Paulo chama de escravidão?

Como é que este sinal de confiança em Deus tornar-se algo que Paulo diz não ser o evangelho em si?

***

Isso era lá, isto é agora.

A Bíblia reflete um enredo, uma consciência cada vez maior, uma compreensão em expansão do divino, e você tem que lê-la de acordo com isso.

Quando você cresce, você passa por etapas.

Como a puberdade. Você passou pela puberdade, provavelmente um número de anos atrás, certo?

A puberdade é certa ou errada?

Essa não é a questão, não é?

A melhor palavra seria necessária.

É uma fase necessária do crescimento e desenvolvimento do seu corpo. Ela traz consigo todos os tipos de inabilidades, alterações hormonais e seus efeitos, e sem ela, você ainda seria uma criança. Você não seria quem você é.

Paulo fala de uma forma um pouco semelhante a respeito de Abraão e o desdobramento da história de sua tribo que conduz a Jesus. Ele fala sobre como eles já não estão sob esse entendimento, como eles eram menores de idade, como a lei operou por um tempo, em especial, assim até seus dias, quando algo de novo surgiu. Eles cresceram.

Isso era lá, isto é agora.

Ao ler a Bíblia, então, você tem que lê-la como uma narrativa em desdobramento, refletindo o crescimento e fases de expansão do entendimento.

Se você pegar dois pedaços de lugares diferentes da Bíblia e colocá-los lado a lado, eles podem parecer dizer coisas muito diferentes, porque eles estão dizendo coisas muito diferentes.

Muitas vezes você vai ver isso em críticas à Bíblia. Pessoas citam um verso de um lugar e referem-se a uma história de outro e, em seguida, mencionam uma passagem mais atrás ou mais à frente, a partir de uma ideia, como evidência de quão primitiva ou contraditória ela é.

Esta é uma perspectiva ingênua, não importa o quão inteligente seja a pessoa. (É interessante como as pessoas que criticam as pessoas religiosas por serem literalistas muitas vezes baseiam sua crítica sobre sua própria versão do literalismo. Ambos os lados tomam versos de diferentes lugares e tentam entendê-los, deixando de ler a Bíblia como a biblioteca que realmente é.).

Você tem que lê-la de forma diferente. Você tem que perguntar onde você está na história. Você tem que lê-la não como uma linha reta em que você pode escolher um ponto e pegá-lo, mas como um reflexo de como as pessoas viram as coisas em diferentes fases da história.

Recebo regularmente perguntas sobre a Bíblia que começam com uma linha como esta:

Por que Deus não apenas …

seguido por algo como isto:

manda todos para o céu para que eles não tenham que sofrer?

Ou

pulou o sistema de sacrifício, porque era inútil … ?

ou

Não colocou aquela árvore no jardim?

Ou

chegou a algum modo de corrigir as coisas sem Jesus ter que morrer?

Por trás desses tipos de perguntas está a crença de que a Bíblia registra uma versão dos fatos que poderia facilmente ter sido alterada se Deus tivesse apenas decido agir de alguma outra forma.

Mas isso não é o que temos na Bíblia.

O que temos na verdade é um registro da crescente experiência humana do divino.

Perguntar por que as coisas não correram de uma forma em detrimento de outra é inútil e distrai o entendimento de onde estamos hoje.

Isto tem um enorme significado para a forma como você pensa sobre sua vida. Você acredita exatamente da mesma maneira que você costumava fazer? Você mantém a mesma visão, hoje, que você tinha há dez anos? Você pensa sobre o mundo e outras pessoas, assim como você fazia quando tinha 15 anos?

Provavelmente não. Isso era lá, isto é agora. Você não pode voltar atrás e mudar essas opiniões. Elas eram como você via o mundo, agora você vê as coisas de forma diferente.

Eu também recebo perguntas de pessoas que cresceram em ambientes religiosos estreitos e que agora têm crenças diferentes. Elas são muitas vezes amargas sobre seu passado.

Não sejam.

Você cresceu, certo? Comemore. Leve alegria no fato de que você mudou e amadureceu. Deus deve amar você para lhe dar uma compreensão expandida, nova, e mais profunda. Faça as pazes com sua educação.

Isso era lá, isto é agora.

Essas experiências fizeram de você quem você é. Elas são uma parte de você. Ficar com raiva ou amargura delas é ser inconformado consigo mesmo.

Nós crescemos, porque nós estamos tendo um pouco de luz e agimos sobre isso, e em seguida, nós estamos tendo um pouco mais de compreensão e refletimos sobre isso, e então temos uma experiência que abre os nossos olhos um pouco mais … e então nós temos um pouco mais de luz.

Passo a passo.

Passo a passo.

Nós não poderíamos lidar com tudo de uma vez.

Crescimento acontece gradualmente.

Quando Paulo fala sobre a circuncisão, ele a explica como algo significativo na época, algo que serviu o seu propósito, algo que apontava para o que estava por vir.

Ela não estava errado, isso era lá.

E então não é agora.

Então, quando as pessoas a tomam em seguida e tentam fazê-la agora, elas estão perdendo o ponto, trabalhando contra a orientação fundamental desta biblioteca que chamamos de Bíblia.

(Existem coisas que eram verdadeiras, lá, que são verdadeiras agora? Claro.).

E esta biblioteca é sobre o Deus que nos encontra em qualquer fase de crescimento, desenvolvimento, fé, evolução e iluminação que estejamos e nos convida a confiar e acreditar que há mais. Que nós estamos apenas começando. Que nós somente começamos.

Porque lá, era lá,

e agora é agora.

A seguir: Kurt Cobain e o Livro do Apocalipse

* Série de reflexões sobre a Bíblia, escrita e publicada originalmente em inglês, no tumblr, pelo próprio autor Rob Bell e sua equipe.

Transcrito e adaptado para português por Marcus Vinicius Epprecht com autorização do autor. Proibida a reprodução para fins comerciais ou qualquer forma de ganho sobre este texto sem a autorização expressa do autor e do tradutor. Os posts originais em inglês foram desativados pelo autor em função do lançamento desse conteúdo em livro, por enquanto somente em inglês. Revisado por Fernanda Votta Epprecht.

Além disso quando você se cadastrar abaixo, terá acesso a livros digitais também gratuitos.

Receba nossa correspondência com as novidades da nossa blogosfera. São muitas alternativas para todos os gostos.

Verifique essas alternativas todas conforme seu gosto. É só clicar!

Cadastre-se e curta!

Por hoje é só!

Um Excelente viver pra você!!

Marcus e Mel

MVE Produções

P.S.:

Gostou?

Compartilhe este artigo com seus amigos.

Share this Post